<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

quarta-feira, janeiro 11

 

Prostrados na alegria

Saíram do sossego dos seus reinos. Talvez não fossem ricos, talvez fossem apenas magos que respondiam sempre sempre às perguntas que lhes colocavam.

Até ao dia em que surge uma estrela que os baralha.. o que conheciam era pouco mas suficiente para decidirem: ir em busca do rei grande que vai nascer ou não? Sair do comodismo das certezas ou continuar a alimentá-lo e esconder “debaixo do tapete” a vergonha de uma pergunta não respondida?

Eles saíram do sossego das suas casas atrás de uma estrela. E, como acontece tantas vezes, quando estavam mesmo a chegar, acharam desnecessária a estrela para atingir o conhecimento. O resultado viu-se: foram ter ao lugar da mentira irónica.

Ao ver a estrela sentiram grande alegria e entrando na casa viram o Menino com Maria, Sua mãe. Prostrando-se, adoraram-no; e, abrindo os cofres, ofereceram-lhe presentes: ouro, incenso e mirra. (Mt 2, 10-11)

Talvez para muitos seja apenas uma história bonita. Talvez muitos que se confrontam com esta Palavra, não arrisquem a dizer “não sei” mas teimem em opinar uma justificação qualquer que os descanse e tranquilize e acomode.

Eu não sei.
O que já conheço da Palavra diz-me que há homens que se arriscam na humilhação de seguir um caminho desconhecido porque querem conhecer o Rei. E que quando o encontram se prostram na alegria.

milene (
SÓ NO MISTÉRIO)

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?