<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

quarta-feira, janeiro 25

 

Levar poesia à Cidade

As eleições acabaram, o estertor das derrotas farão mazelas e caminho para os próximos dias e semanas. O fragor da vitória foi fátuo, mesmo ensosso, próprio de um tempo que não pede brincadeiras. Os cristãos nestas eleições deixaram correr. Mais uma vez. Uns quantos (poucos) insistem no espaço público em fazer crer que a direita detém monopólios de crentes e fé. Insistem ainda na demarcação de um território em estéreis provocações ou frágeis argumentações sobre o pecado da secularização, como se esta fosse má, e não tivesse apenas vantagens.
Alguns recordaram Pintasilgo, para criticar uma candidatura quixotesca no Portugal misógino e clubisticamente partidário de 1986. Maria de Lourdes se fosse viva talvez se tivesse posicionado ao lado do poeta, das trovas da praça da alegria. Abuso da especulação, mas não custa pensar no quixotismo que se entreviu no programa de Alegre para estas eleições e nas semelhanças de percurso de uma e outro. Mais: entre os seus apoiantes de agora, alguns de outrora.
O ciclo da história fecha-se. Outros cá estarão daqui a cinco anos, para fazer da cidade espaço de cidadania. (Há quem insista que o voto tem uma validade alargada de dez anos, quando o eleitorado não deu essa alforria.) Mas, entretanto, fica bem dizer: haverá mal em levar poesia à cidade? Não. Haverá mal em dizer da minha opção política num espaço como esta Terra da Alegria? Não. Metêssemos todos as mãos na massa, como aqui sonhei várias vezes, e o mundo e o país e a cidade não teriam este ar e esta vida de desencanto. E que, no fundo, tem tão pouco de Boa Nova.

Miguel Marujo [CIBERTÚLIA]
Comments:
Para quem acaba de assistir a uma candidatura independente recolher mais de 1 milhão de votos, parece-me que o amigo ficou amargurado.

Com esse resultado parece-me que algo começou a mudar este país. No fundo, foi mais de um milhão de pessoas que disse que a democracia não passa apenas pelos partidos. Afinal os portugueses estão bem preocupados com os destinos deste país.
Quem sabe se dentro de 5 anos o sonho não se torna realidade...

Roma e Pavia não se fizeram num dia.
 
Enviar um comentário

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?