<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

quarta-feira, setembro 14

 

Bons pecadores? Maus pecadores?

Há quem goste de lembrar, e bem, que Jesus se dava com os maiores marginais do seu tempo: aparecem umas quantas prostitutas nos Evangelhos, há Zaqueu o traidor do seu povo que cobrava impostos para os Romanos, há uns quantos samaritanos, proscritos, há todos aqueles doentes, cegos, coxos, paralíticos, leprosos, que o eram por causa dos seus pecados (ou dos dos seus antepassados, que vai dar ao mesmo...). Mas, geralmente, quem lembra o convívio de Jesus com os marginais esquece que Ele também frequentava a casa de fariseus e que se dava com gente rica e poderosa, como, por exemplo Nicodemos.

Lembro-me disto a propósito de algumas reacções em relação à recente notícia de um encontro do Papa com representantes da Fraternidade S. Pio X, organização cismática que recusou uma série de reformas, com particular relevo para as questões litúrgicas. (Insinuou-se até que seria Ratzinger a começar a mostrar a sua face de extremista conservador, mas esquecendo que tinha sido ele mesmo, enquanto peritus do cardeal de Colónia, que, no Concílio Vaticano II, deu início à reforma litúrgica que suscitará a divisão.) Há quem defenda que a Igreja não se deve dar com essa gente, que deve afastar-se dos ultra-conservadores, tal como dos ricos e dos poderosos, que deve canalizar as suas energias para os pobres e marginalizados, há quem defenda que a Igreja deve escolher com quem se dá e ignorar quem não interessa...
Acho que a Igreja não pode deixar de ter uma opção preferencial pelos pobres, não pode Ela própria (Nós) deixar de ser pobre. Mas o exemplo de Jesus é o de, continuando a ser pobre, não recusar confrontar-se com quem quer que seja, não perder a oportunidade de falar firme e ser duro com quem erra, seja rico e poderoso ou pobre e marginalizado.

Rui Almeida [POESIA DISTRIBUÍDA NA RUA]

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?