<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

quarta-feira, fevereiro 16

 

É melhor calar às vezes

A minha recorrência na dissertação sobre o silêncio pode parecer uma bela obsessão, ou uma boa desculpa quando não tenho assunto… além de paradoxal.
Mas das questões susceptíveis de serem por mim tratadas aqui, em que tenho pensado nestes dias, todas me parecem gastas à partida, quando não supérfluas ou mesquinhas.
Senão vejamos:
Podia falar da polémica homilia de um respeitável padre da capital que foi transmitida pela rádio a um Domingo às oito da manhã, mas não faço ideia quais foram os termos exactos em que o dito reverendo se referiu ao acto eleitoral. Mais: fico com a sensação de que todo o país madrugou (por causa da Missa!!) no tal Domingo, menos eu…
Podia falar das declarações (parece-me que com intenções piedosas) de um político, que achava negativas as consequências fiscais da nova Concordata, fazendo crer que os representantes da Igreja fizeram um mau negócio, mas não consigo sequer perceber o fundamento da questão…
Podia falar da interrupção da campanha eleitoral invocando uma entidade metafísica para mim desconhecida até agora: a da providência-ou-deus-para-os-que-crêem-e-eu-creio que “quis” que a irmã Lúcia morresse (sem chegar aos 100 anos… hélas!) e na consequente declaração de luto nacional (há meses negado a duas mulheres, por sinal também católicas, reconhecidas internacionalmente, que foram – são – referências no testemunho cívico que deram e até exerceram altas funções no funcionamento da nossa democracia), mas seria barulho a acrescentar ao barulho já existente…

Prefiro rezar e pedir sabedoria para saber o que fazer em cada momento e para não cair na tentação de fechar os olhos ao mundo que me rodeia.

Rui Almeida (
POESIA DISTRIBUÍDA NA RUA)

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?