<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

segunda-feira, novembro 29

 

Um postal de Advento… Metrópole 2004

Jesus nasceu numa manjedoura nas margens da cidade... revelou-se, em primeiro lugar, aos que viviam para lá dos limites da cidade.
Também há margens nas nossas metrópoles: ruas sem luz, bairros esquecidos inundados de lama. E há pessoas que vivem do lado de fora das nossas cidades, mesmo que durmam debaixo das nossas arcadas, em estações solitárias ou à porta das nossas Igrejas.
No mais fundo de cada um de nós há uma cidade que se agita. Trazemos cá dentro praças de festa onde encontramos amigos, montras coloridas onde estão expostas as nossas qualidades, recantos de mistério e conforto, sótãos de acolhimento, caminhos estreitos e pontes de madeira frágil. Há o mar a inundar de azul a nossa alma.
Na nossa cidade interior escondem-se ruas sombrias onde ecoam conversas amargas, pequenas vielas onde nos ferimos para sempre e aonde não queremos voltar. Há pessoas que vivem nas margens da nossa vida, dormindo às portas do nosso templo.
É nas vielas onde nos ferimos que Jesus quer nascer. São as ruas sombrias que ele quer iluminar e são as pessoas que dormem esquecidas que o vêm anunciar.
Somos eternamente responsáveis pelo que se passa no coração dos outros. Podemos abrir estradas de luz ou transformar praças de festa em lugares esquecidos e feridos.
No segredo do que somos, Jesus nasce em cada dia para transformar os nossos gestos em chamas e os nossos braços em pontes que unem a nossa cidade à cidade de todos os que nos visitam.


Zé Maria Brito, sj

P.S. 1 – este texto foi escrito a partir de um momento de oração de um campo de férias que teve o nome de Metrópole. E que decorreu em Julho de 2004.
P.S. 2 - Bom Advento…

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?