<$BlogRSDURL$>

 

 

 

   

 
 

terra da alegria


 
 
timshel guia dos perplexos cibertúlia poesia distribuída na rua a bordo baixa autoridade
 
     

segunda-feira, setembro 6

 

Qual a minha Missão no mundo, na minha vida?

Chega a noite. Acabam as aulas e subo a velha torre da minha cidade.
Lá do alto, vejo o brilho das luzes. Acendem-se as casas e os candeeiros. Há sirenes, ouvem-se foguetes.
Sempre que subo a velha torre, não consigo deixar de me sentir demasiado pequeno. O mundo é tão grande para mim! Há tanta coisa que gostaria de fazer. Há tantos abraços que eu gostava de dar…
Depois, recordo algumas das nossas conversas. Quando Te conheci percebi logo que algo iria mudar. Aqueles que nos apresentaram diziam-me, várias vezes:
- As pessoas têm que perceber pelos teus gestos que tu O conheces.
Os nossos amigos tinham razão…mas eu baralhei um bocadinho as ideias. Queria fazer muitas coisas, precisava de fazer muitas coisas. Sentia-me capaz de resolver problemas, de procurar soluções. Pensei que esta era a melhor forma de ser Teu amigo.
Hoje, ao subir a velha torre, percebo como tanta coisa mudou. Respiro fundo e deixo que o cheiro da maresia entre dentro de mim.
Recordo as nossas conversas e faço memória dos segredos e dos sonhos que me foste confiando. Olho a minha cidade e imagino nela o mundo todo. Diante de tanta dor e de tanta alegria, de tantos gritos e de tantos olhares. Diante de tanto mar, diante de tanto Amor, eu sei que sou pequeno. Agradeço tudo e penso: É essa a minha missão, foi esse o segredo que me confiaste, ser o mais pequeno da minha cidade.
Desço da velha torre, caminho em direcção a casa confundindo-me com as ruas da cidade. Relembro uma das imagens mais fortes da Tua vida: de joelhos a servir os Teus amigos.
Repito interiormente o nome de tantos que já vi ajoelhados e escondidos a servir. Agradeço tudo e sussurro em voz baixa o teu segredo:
- Ser o mais pequeno da minha cidade!

Zé Maria Brito, sj – Dezembro de 03

sementes da terra
 
mail
 
 
anteriores
04.2004
05.2004
06.2004
07.2004
09.2004
10.2004
11.2004
12.2004
01.2005
02.2005
03.2005
04.2005
05.2005
06.2005
07.2005
08.2005
09.2005
10.2005
11.2005
12.2005
01.2006
02.2006
03.2006
04.2006
05.2006
06.2006
07.2006
08.2006
12.2006
 

 

 
 

terra da alegria. 2004.


 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?